Opera House

 

Jacques Philippe Le Bas (print)

Miguel Tibério Pedegache (drawing)

1757

Watercolour print

Dimensions: 320 x 457 mm

MC.GRA.438

Palácio Pimenta

Gravura representando a Casa da Ópera. Também conhecida como Real Casa da Ópera ou Teatro da Ópera de Lisboa, foi mandado construir por D. José I, que contratou o arquitecto e cenógrafo Giovanni Galli Bibiena. Localizando-se junto ao rio, no espaço onde hoje se situa o Arsenal da Marinha, fazia parte do complexo formado pelo Palácio Real e Igreja Patriarcal. 

São raros os testemunhos deste edifício, que esteve a uso apenas escassos meses mas que se destacou pela sumptuosidade decorativa, bem como pela sua imponência e dimensão, comparativamente com tudo o que até então se havia feito no género em Portugal. 

Precocemente desaparecido com o terramoto de 1 de Novembro, o Teatro da Ópera, havia sido inaugurado em Março de 1755, por ocasião das festas de aniversário da Rainha Dona Mariana Vitória, contando o programa da estreia com a ópera Alessandro nell'Indie, do napolitano David Perez (música) e Pietro Metastasio (texto), cujos cenários eram da autoria do próprio Giovanni Galli Bibbiena.

Esta gravura faz parte da Colleção de algumas ruínas de Lisboa causadas pelo Terramoto e pelo fogo do primeiro de Novembro do anno de 1755, cujos originais foram minuciosamente desenhados em Lisboa à data do acontecimento, por Pedegache, enviadas para Paris onde foram gravadas e impressas pelo gravador da corte francesa, Jacques Philippe Le Bas, tendo sido editadas em álbum em 1757. Foram igualmente executados exemplares não aguarelados.