Figurine, Neptune

 

Real Fábrica de Louça, ao Rato

1780-1816

Faience

Dimensions: 466 x 310 x 209 mm

MC.CER.345

Palácio Pimenta

Peça moldada, em faiança, revestida a esmalte branco, representando Neptuno. Apresenta base circular da qual emerge uma concha elevada por dois golfinhos. O Deus dos Mares surge em corpo inteiro, de pé, com o tronco em torção e a cabeça virada à esquerda. Encontra-se coroado, com barbas e envolto por panejamento esvoaçante que lhe cobre parte das costas e quadris. Tem o braço direito levantado, empunhando na mão um tridente.       

Fundada em 1767, no âmbito da política pombalina de desenvolvimento industrial, a Real Fábrica de Louça, ao Rato  tornar-se-ia um referente importante na produção cerâmica nacional ao marcar de forma decisiva o desenvolvimento daquela atividade através de uma matriz industrial moderna que se distanciava fortemente das tradicionais e obsoletas estruturas artesanais.

Conheceu diversas administrações cuja ação diferenciada se refletiu na produção. 

De 1780 a 1816, com a direção de João Anastácio de Almeida e correspondendo ao terceiro período de laboração, inclui-se na produção requintados objetos de carácter lúdico.