Nothus: o escravo de Olisipo que foi médico
20 Mai 2017 a 12 Nov 2017
Exposição temporária

Exposição | Até 12 de novembro

palestra inaugural pelo Professor José d'Encarnação | 20 de maio, 14h30

A peça apresentada é uma placa comemorativa, encontrada no decurso de escavações arqueológicas realizadas em 1995 em Mérida, em contextos de reutilização numa necrópole tardo-romana localizada fora dos muros da antiga cidade.

A inscrição foi dedicada por Nothus, escravo de Caius Heius Primus, ao seu mestre Atimetus, médico e escravo de Marcus Iulius Rufinus. O nome Nothus permite reconhecê-lo como escravo de Caius Heius Primus, personagem importante da cidade de Felitas Iulia Olisipo nos meados do século I d.C.

 

De terça a domingo, das 10h às 18h. Custo de entrada no Museu: 3 € com descontos.

Entrada livre na inauguração e palestra