O Lugar do Torreão. Imagem de Lisboa
18 Mai 2019 a 13 Out 2019
Exposição temporária

Esta mostra conta-nos o passado e o futuro do Torreão Poente da Praça do Comércio, um dos símbolos arquitetónicos e urbanísticos de Lisboa. A história começa nos primeiros anos do século XVI, quando D. Manuel mandou construir um novo palácio real, rematado, já dentro das águas do rio, por uma construção de aspeto militar: o Torreão do Paço da Ribeira. Destruído várias vezes ao longo da História, foi duplicado na Lisboa de Pombal nos extremos nascente e poente da nova Praça do Comércio. Encontrando-se em ruínas o edifício manuelino, Filipe II decidiu fazer um novo Torreão, um volume autónomo presidindo sobre a praça que se lhe erguia a nascente, o Terreiro do Paço. Depois de 1640, o reino recuperou a independência e o monarca voltou a habitar o Paço da Ribeira. O Torreão sobreviveu incólume à mudança de regime e assim chegou a 1755, ano em que desapareceria pela segunda vez. O terramoto destruiu a materialidade do edifício, mas não a força da sua memória. Por isso, a cidade pombalina que se ergueu sobre os escombros mudou a função do Terreiro do Paço (agora Praça do Comércio), mas voltou a dar corpo arquitetónico ao Torreão, desta vez duplicando-o, nos extremos nascente e poente da nova praça. Nos séculos seguintes, o Torreão continuou a atravessar regimes: do absolutismo de D. José, que nele não quis viver, passando pela monarquia constitucional que instalou aqui os seus ministérios e pelos republicanismos novecentistas que continuaram a usá-lo como espaço maior da sua representatividade. A exposição termina com a assunção do Torreão Poente enquanto parte integrante do Museu de Lisboa, com referência às exposições temporárias que desde 2015 foram sendo apresentadas, e com a apresentação do projeto de arquitetura e maquete relativos ao futuro próximo do edifício.

Comissário: Nuno Senos

 

Inauguração: 17 de maio, 18h Torreão Poente da Praça do Comércio

18 maio - 13 outubro 2019

terça - domingo, 10h00 - 18h00 (última entrada: 17h30)

 

VISITAS ORIENTADAS SETEMBRO

5, quinta, 14h30 - visita orientada pelo comissário Nuno Senos

7, sábado, 11h30

21, sábado, 15h30 - visita acessível com interpretação em LGP

Entrada com o bilhete da exposição (3€ ver descontos), sujeita a inscrição prévia Inscrições: 914273871 / torreaopoente@museudelisboa.pt

ATIVIDADES PARA FAMÍLIAS

22 setembro, domingo, 11h30 "Três torreões, um só lugar" (> 6 anos)

Inscrições: servicoeducativo@museudelisboa.pt

3 € com descontos

 

 

FICHA TÉCNICA Câmara Municipal de Lisboa

Presidente Fernando Medina

Vereadora do Pelouro da Cultura Catarina Vaz Pinto

EGEAC, E.M. Conselho de Administração Presidente Joana Gomes Cardoso, Sofia Meneses, Manuel Veiga

Museu de Lisboa Diretora Joana Sousa Monteiro

Organização da exposição Museu de Lisboa, EGEAC, E.M. Coordenação Joana Sousa Monteiro, Mário Nascimento

Comissário Nuno Senos

Consultoria científica Joana Estorninho de Almeida

Assistente de Investigação Luís Correia

Conservação e Restauro Aida Nunes Margarida Silva Maria Freitas

Projeto expositivo e gráfico Carlos Bártolo

Gestão Ana Mota

Fotografia José Avelar

Produção Téo Pitella Hugo Henriques

Apoio Técnico Joana Cintra Gomes, Henrique Carvalho, Maria de Lurdes Baptista, Rosário Dantas, Sofia Matos

Serviço Educativo Paulo Cuiça, Joana Olivença

Comunicação Mariana Botelho Santos, Paula Medori

Tradução Timothy Hinchey

Exposição e Montagem Ilusões da História Artinvento, estudos e projectos, lda

Apoio Grupo 8

Agradecimentos Alfredo Cunha, Arquivo Histórico Militar, Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico, Barry Lawrence Ruderman, Carlos Júlio, Casa do Infante/ CMP, Centro de Arqueologia de Lisboa, CHAM – Centro de Humanidades, UNL e UAç Crivarque Arqueologia, Fundação Mário Soares, Fundação Portuguesa das Comunicações, Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, Hemeroteca Municipal de Lisboa, João Líbano Monteiro, Museu Biblioteca da Casa de Bragança - Paço Ducal de Vila Viçosa, Museu Carlos Machado, Museu de Marinha, Museu Militar de Lisboa, Museu Nacional de Machado de Castro, Museu Nacional dos Coches, Museu Nacional Soares dos Reis, Palácio Nacional de Mafra, Secretaria Geral do Ministério das Finanças Tribunal da Relação de Lisboa

 O Museu de Lisboa agradece a todas as instituições e indivíduos que colaboraram nesta exposição.