O Santo faz anos - percursos, oficinas e música
14 Ago 2020 a 16 Ago 2020

Para celebrar o aniversário de Santo António (a 15 de agosto), o Museu de Lisboa - Santo António preparou três dias de programação especial: percursos pedonais temáticos, visitas-oficina para famílias, visitas orientadas, fado na Igreja de Santo António, animação no largo e uma instalação de flores durante todo o mês. 

Entrada gratuita com reserva prévia obrigatória: bilheteirasantoantonio@museudelisboa.pt

 

14 ago, 17h30
Percurso «As Igrejas da procissão de Santo António»

A partir da Igreja de Santo António, mergulhamos pelas ruas e becos de Alfama à descoberta das igrejas por onde passa a procissão. De São João da Praça a São Tiago, vamos conhecer a história destas igrejas e as alterações que sofreram ao longo dos tempos.

Partida: Museu de Lisboa - Santo António│Duração: 90 minutos

 

15 ago, 11h00

Percurso «Santo António na cidade»

Percorreremos os locais marcados pela presença de Santo António em Lisboa

Partida: Museu de Lisboa - Santo António│Duração: 90 minutos

 

15 ago, 14h30

Visita-oficina «As famílias nascem das árvores?»

 

15 ago, 17h00

Visita orientada «O Santo António é de todos»

 

15 ago, 17h00

Missa fadista

Célia Leiria e José Quaresma

Parceria com a Igreja de Santo António e QuoVadis

Reserva prévia obrigatória: turismo@quovadislisboa.com

 

15 ago, 19h00

Marchas Populares

Animação com o cavalinho das Marchas de Lisboa no Largo de Santo António

 

15 e 16 ago, ao longo do dia

Visita-oficina para famílias «Riscos e rabiscos»

 

 

 

Santo António morreu em Arcela, próximo de Pádua, Itália, a 13 de junho de 1231. Os pedidos para que fosse considerado santo iniciaram-se imediatamente após a sua morte, tornando-se necessário reunir informações sobre a sua biografia para acompanharem o processo de beatificação. Sabe-se desde então que Santo António nasceu em Lisboa, em 1195, numa casa frente à Sé, onde foi batizado com o nome de Fernando. Viveu na cidade cerca de 20 anos: foi Menino do Coro na Sé e continuou a sua formação intelectual em São Vicente de Fora, junto dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Estudou depois em Coimbra, no Mosteiro de Santa Cruz, onde terá conhecido os franciscanos, de quem toma o hábito e a radicalidade da Ordem; muda o nome para António e muda de vida, tornando-se missionário em Marrocos, antes de partir para Itália e sul de França..
Uma tradição do século XVII estabelece o dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora, como o dia do nascimento de Santo António, reforçando a sua grande devoção a Maria.