Alçado do Chafariz do Rato

Carlos Mardel

1752

Tinta-da-china com aguada s/ papel

Dimensões: 352 X 405 mm

MC.DES.533

Palácio Pimenta

Projecto para o Chafariz do Rato, da autoria de Carlos Mardel. O desenho mostra uma estrutura de espaldar composta por dois tanques escalonados de formato rectangular. O primeiro, mais avançado e implantado ao nível do pavimento, apresenta três bicas. O segundo, de menores dimensões, assenta sobre um podium servido por escadas dispostas lateralmente.

Lisboa só veria o problema de abastecimento de água suprido na 2ª metade do séc. XVIII, quando se começaram a edificar na cidade os vários chafarizes abastecidos pelo Aqueduto das Águas Livres. O do Rato, servido por uma linha exclusiva, saída directamente do tanque e não da Casa do Registo, constituiu o primeiro equipamento do conjunto a ser construido na capital. Apresentando fortes semelhanças estilísticas com o arco das Amoreiras, cuja construção decorreu em simultâneo, o chafariz dominava o largo, marcando  o urbanismo da zona.