Cruzeiro da Esperança

Séc. XVI

Calcário

Dimensões: 2400 x 1700 x 500 mm

Proveniência: largo fronteiro ao antigo Convento da Esperança

Depósito Museu Nacional de Arte Antiga

ML.DEP.9

Palácio Pimenta

Originalmente colocado no largo frente ao Convento da Esperança, tinha por objetivo a sagração do espaço. Atualmente apenas subsiste a parte superior do cruzeiro primitivo, constituída pela cruz, tendo esculpida de um dos lados a imagem de Cristo Crucificado, e do outro, uma Nossa Senhora da Piedade. Subsiste ainda um segmento da coluna torsa sobre a qual assentava. A base atual data do século XVII.

O cruzeiro foi retirado do local original em janeiro de 1835, por iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa.

A localização dos cruzeiros em Lisboa parece corresponder às antigas linhas de circunvalação da cidade. Constituíam assim, na prática, balizas administrativas e pontos demarcatórios, que do ponto de vista da religiosidade popular ajudavam a proteger a urbe dos flagelos mais temidos: a peste e os tremores de terra.