Jarro / Pichel

Séc. XIV

Barro vidrado

Dimensões: Ø boca: 104 mm; Ø fundo: 103 mm; Ø máx. do bojo: 120 mm; alt. 336 mm

Proveniência: Teatro Romano. Intervenção arqueológica de 2005

TRL/05/4587

Teatro Romano

Jarro / Pichel quase completo, de colo alto e bojo ovoide bem proporcionado. Apresenta pé em pedestal cónico e bico semi-tubular no bordo, preservando o arranque inferior de uma asa em fita. No exterior a peça encontra-se revestida com vidrado plombífero de cor verde e amarela, com tonalidades muito heterogéneas.

O vidrado foi disposto diretamente sobre a peça sem qualquer engobe de preparação, estando as duas cores dispostas verticalmente. A cor amarela (por vezes com pigmentação verde e castanha) é a cor predominante, recobrindo cerca de 70% da superfície da peça.

Em termos decorativos, a superfície exterior apresenta três registos decorativos com motivos retangulares simples impressos com rolo sob o vidrado. A decoração, as técnicas empregues e a constituição da pasta, permitem identificar esta peça de importação como uma produção parisiense do séc. XIV.

Esta peça foi encontrada no interior de uma estrutura hidráulica, em cerâmica, exumada em 2005 durante a intervenção arqueológica realizada no nº 3 da Rua de S. Mamede. A estrutura era composta por várias manilhas sobrepostas que se encontravam repletas de entulhos. A cerâmica comum que aí foi encontrada, sobretudo panelas, bilhas e alguidares, bem como a cerâmica vidrada de importação, da qual o presente jarro/pichel é um magnífico exemplar, ilustram bem as relações comerciais existentes entre a cidade de Lisboa no séc. XIV e o centro parisiense, um dos mais importante à época.