Machado

Neolítico

Pedra (anfibolito) polida

Dimensões: 51 x 40 x 31mm

Proveniência: Povoado de Montes Claros – Serra de Monsanto

MC.ARQ.120

Palácio Pimenta

Fragmento de machado de secção subcircular. Trata-se da extremidade oposta ao gume que foi utilizada como “martelo”, sendo visíveis as marcas de percussão.

De formas e tamanhos muito variados, estes instrumentos eram fixados num cabo recorrendo a entalhes de madeira ou bainhas executadas sobre galhos de cervídeo.

Os instrumentos maciços com gume na ponta, obtidos por abrasão e polimento, são característicos do Neolítico. Estão essencialmente associados ao corte de árvores, testemunho de um período em que a intervenção do Homem na paisagem se acentuou consideravelmente.

A utilização de anfibolito, matéria-prima inexistente na região de Lisboa mas abundante no interior alentejano, evidencia a existência de trocas a nível regional entre as comunidades.