Planta da Cidade de Lisboa

Autor desconhecido

1850

Desenho aguarelado

Dim.: 880 X 620 mm

MC.DES.1084

Palácio Pimenta

Constitui a primeira cópia do original de João Nunes Tinoco (1650), entretanto desaparecido, mandada realizar pelo general Pinheiro Furtado e por ele oferecido à Câmara Municipal de Lisboa no ano de 1850.

Trata-se de uma planta parcial de Lisboa, mostrando a sua parte central, delimitada a norte pela Calçada da Glória e pela Calçada do Monte, a oriente, pelo Campo de Santa Clara e, a ocidente, pelo Largo do Corpo Santo e parte do Bairro Alto. Nela se encontram representadas a Cerca Velha e a Cerca Fernandina . 

A planta de Tinoco reveste-se de particular importância, uma vez que constitui a mais antiga carta de Lisboa até hoje conhecida. Levantada no decorrer das guerras da Restauração, com o intuito de avaliar o estado das muralhas da cidade, representa, apesar dos seus objetivos puramente militares, um importante resumo da história urbana da capital.