Saltar para o conteúdo

Inauguração da exposição Cheira bem, cheira a Lisboa

Coleção Afonso Oliveira

  • 06 JUN 2024 18h

06 jun 202418h – 19h30

Entrada livre

Todas as idades

Partindo da coleção particular de Afonso Oliveira, esta exposição percorre mais de 150 anos de história da perfumaria em Lisboa, desde a primeira fábrica – Thomas Mendonça e Filhos, instalada em 1850 na Calçada do Combro – até à atualidade.

Acompanhando tendências internacionais, a pesquisa e a produção de novas fragrâncias aumentou ao ritmo da procura por parte de classes sociais privilegiadas e do crescente papel afirmativo da mulher, tendo-se consolidado com os Loucos Anos 20.

As principais marcas prosperaram durante o Estado Novo mas, após a instauração do regime democrático e a consequente abertura internacional, Portugal foi inundado por produtos e marcas estrangeiras, que rapidamente passaram a dominar o mercado. A maior parte das empresas portuguesas não conseguiu adaptar-se e encerrou portas.

No entanto, algumas permanecem ativas e, surpreendentemente, continua-se a fabricar perfumes na capital portuguesa e até com o nome Lisboa.

Afonso Oliveira coleciona frascos e produtos ligados à perfumaria e cosmética há mais de 40 anos. A sua coleção, composta por quase 5000 objetos, inclui numerosas referências às marcas e fábricas lisboetas, principal centro produtor português desde meados do século XIX.

Amaryllis — Caixa de pó de arroz, Dias & Dias - Lisboa, Cartão colorido, c. 1900

Amaryllis — Caixa de pó de arroz, Dias & Dias - Lisboa, Cartão colorido, c. 1900 © Museu de Lisboa