O Museu de Lisboa é um museu polinucleado no qual Lisboa e as suas histórias se revelam sob diferentes perspetivas. São cinco os núcleos do Museu de Lisboa: Palácio Pimenta, Teatro Romano, Santo António, Torreão Poente e Casa dos Bicos. Cinco espaços distintos, com valências e objetivos complementares, que partilham uma missão, uma identidade e uma nova imagem. O propósito é o de revelar Lisboa de diferentes formas, para dar a conhecer a riqueza de uma das cidades mais antigas da Europa.

Para além do Teatro, um outro monumento romano é gerido pelo Museu de Lisboa: as Galerias Romanas da Rua da Prata, descobertas no subsolo da Baixa de Lisboa, em 1771, na sequência do Terramoto de 1755. Abrem ao público duas vezes por ano.

CONFINAMOS, MAS NÃO PARAMOS

O Museu de Lisboa irá fechar portas a partir de 15 de janeiro, tal como todos os equipamentos culturais da EGEAC, tendo em vista a necessidade de parar a disseminação da Covid-19 no país, e no cumprimento das novas medidas do Governo.

Adaptámos a nossa programação e, apesar de estarmos com os nossos espaços encerrados, continuaremos a chegar a casa dos nossos públicos através de conteúdos digitais. Serão publicados nas redes sociais do Museu de Lisboa visitas guiadas, palestras, minidocumentários, pequenas e grandes histórias da cidade contadas através das nossas coleções e das pessoas da nossa equipa.

Acompanhe a programação digital do Museu de Lisboa aqui.

Estátua de Sileno

Terreiro do Paço no século XVII

Santo António livrando o pai da forca