De novo, de portas abertas

Reabertura.jpg


Reabrimos nos dias 5 e 6 de abril com entradas gratuitas

O Museu de Lisboa reabriu a 5 de abril, com o Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos, ao qual se juntam, no dia seguinte, 6 de abril, os restantes espaços do museu: Palácio Pimenta, Santo António e Teatro Romano. E para assinalar este regresso, até ao final de abril, a entrada e as atividades são gratuitas em todos os espaços.
O horário está adaptado às circunstâncias atuais: todos os nossos núcleos estão abertos das 10h às 18h, de terça-feira a sexta-feira. Aos fins de semana, estamos abertos das 10h às 13h, com exceção da Casa dos Bicos que encerra ao domingo mas está aberta às segundas-feiras, das 10h às 18h.
Para garantir a segurança tanto dos visitantes como da equipa, o Museu de Lisboa segue as normas sanitárias da DGS em vigor.
Visite-nos em segurança!
Conheça a nossa programação, toda de participação gratuita, aqui.

O Museu de Lisboa é um museu polinucleado no qual Lisboa e as suas histórias se revelam sob diferentes perspetivas. São cinco os núcleos do Museu de Lisboa: Palácio Pimenta, Teatro Romano, Santo António, Torreão Poente e Casa dos Bicos. Cinco espaços distintos, com valências e objetivos complementares, que partilham uma missão, uma identidade e uma nova imagem. O propósito é o de revelar Lisboa de diferentes formas, para dar a conhecer a riqueza de uma das cidades mais antigas da Europa.

Para além do Teatro, um outro monumento romano é gerido pelo Museu de Lisboa: as Galerias Romanas da Rua da Prata, descobertas no subsolo da Baixa de Lisboa, em 1771, na sequência do Terramoto de 1755. Abrem ao público duas vezes por ano.

Estátua de Sileno

Terreiro do Paço no século XVII

Santo António livrando o pai da forca